SEO para E-commerce: 5 dicas básicas - Naveg.in

SEO para E-commerce: 5 dicas básicas

A decisão mais certa para a sua loja virtual é fazer Gerenciamento de SEO PARA E-COMMERCE, que é uma das estratégias mais completas para quem deseja fazer sucesso com E-commerce (Loja Virtual).

Listamos 5 dicas básicas para quem quer fazer SEO para E-commerce, e começar bem no mundo das lojas virtuais.

1 – Escolha da plataforma:

Se você ainda não escolheu a plataforma, de preferência para as que tenham a URL amigável, porque facilita a leitura dos buscadores, afinal até para é muito mais fácil você ler uma url /seo-para-ecommerce do que ler uma url /?p=123 e como os buscadores tentam cada vez ficar mais próximos do comportamento do usuário na internet, ele vai priorizar o que é mais fácil para ele entender.

Outro fator importante na hora de escolher a plataforma, é a velocidade que ela carrega. (já falamos aqui no blog a importância de um site rápido). Faça o teste com alguns sites que utilizam a plataforma usando ferramentas como o Pingdoom por exemplo. Quanto mais rápido for o carregamento da página, melhor o seu site é rankeado.

2 – Conteúdo dos produtos:

Imagine que você compra um remédio e a bula dele vem 1 ou 2 linhas sem informações básicas, como composição, dosagem, contraindicações, armazenagem, etc. Você tomaria esse remédio? Nãoooo? Vai comprar uma TV na internet, e o site não disponibiliza informações sobre o tamanho da tela, se ela é ou não smart TV, se é 4K etc., você vai comprar ela em outro lugar. Basicamente, o tamanho e a qualidade e a relevância do conteúdo são muito importantes aos olhos do Google, por isso a recomendação é que a discrição do seu produto tenha pelo menos 350 palavras e que o conteúdo seja original.

3 – Otimização das imagens:

O maior erro quando começamos a fazer otimização de sites no SEO e que você não pode repetir na hora de acrescentar as imagens aos seus produtos são, imagem muito pesada, imagem com nome que não reflete o produto e imagem sem o atributo Alt Text.

Sobre a imagem pesada, influencia no tempo de carregamento da página e isso é um fator de rankeamento, por isso, utilize ferramentas como o Tiny PNG para deixar as imagens mais leves.

Com relação ao nome da imagem, se você vende um Sofá Amarelo de 3 lugares, a sua imagem também deve ter esse nome Ex: sofa-amarelo-de-3-lugares.jpg, afinal, muita gente utiliza a aba de imagens do Google para escolher um produto, e se essa imagem chama imagem3.jpg, o Google e o usuário terão muito mais dificuldades em saber o que tem dentro do arquivo.

No caso do atributo Alt text da imagem, é basicamente uma descrição resumida da imagem. Ex: Sofá Amarelo de 3 lugares.

4 – Meta Título e Meta Descrição

Basicamente são as fontes de leitura e entrada do cliente em seu site, por isso, lembre-se sempre de ter a palavra-chave mais importante do produto no título da meta descrição, respeitando sempre o limite de 63 caracteres que é a área que dá leitura nos buscadores.

Na descrição, coloque informações importantes do produto e do seu site que são diferenciais na hora de fazer uma venda, respeitando o limite de 143 caracteres.

5 – Escolha das palavras-chave

Procure oportunidades em palavras-chave de pouca concorrência, mas com um volume de buscas razoável. Você pode por exemplo utilizar o Key Word planner do Google para ver o volume de uma palavra-chave e começar a trabalhar nos produtos relacionados. Sempre busque trabalhar palavras onde os maiores players do mercado ainda não estejam trabalhando, para assim, ter um resultado mais fácil na hora de posicionar a sua palavra-chave.

Essas são as dicas fáceis de seguir na hora de fazer SEO para E-commerce e que te ajudarão a posicionar alguns produtos ou categorias nas primeiras páginas do Google, Até o próximo post;

Texto com informações;
portal terra.com.br

Cadastre seu email e receba dicas e atualizações do blog no seu e-mail

Compartilhe:

CEO & Founder Naveg.in, Jovem Empreendedor apaixonado por WordPress, startup, futebol, Palmeiras e tecnologia com muito café!

Soluções

Últimos Post