Dicas para empreender em meio a crise

Navegin
Navegin

"Crise é oportunidade." Lindália Junqueira, primeira brasileira selecionada pela NASA como líder mundial de empreendedorismo e inovação.

Conteúdo

Dicas para Empreender na Crise
Crise é Oportunidade, Confira as melhores dicas para empreender na crise.

Empreender no Brasil sempre foi um desafio, pois, na maioria das vezes, era necessário lidar com algum tipo de crise. Mesmo assim, muitas pessoas ainda têm o sonho de ter o próprio negócio.

Isso porque ele tem o poder de trazer mais autonomia e liberdade para o empreendedor, além de lucros maiores e mais promissores, do que um emprego comum.  

O empreendedor faz seus horários e sua rotina (desde que não seja um negócio que precise funcionar em horário comercial), o que ajuda a fazer do trabalho um aliado do dia a dia.

Por conta disso, muitas pessoas estão investindo em diferentes modelos de negócio, como as lojas e-commerce que podem ser administradas de casa, são lucrativas e não precisam de espaço físico para funcionar.

Muitos já têm ideia do que querem fazer, mas têm receio de começar perante a situação econômica do país, que não está muito promissora. Daí surgem as dúvidas e os medos que paralisam o empreendedor e impedem que uma nova ideia surja.

Pensando nisso, neste artigo, vamos falar sobre empreender durante a crise e dar algumas dicas para você tirar a sua ideia do papel.

7 Dicas para empreender com sucesso

O empreendedorismo, no Brasil, vem crescendo desde 2010 – e continua a todo vapor, mesmo após todas as crises que afetam o país. Isso se deve aos altos índices de desemprego, que fazem com que as pessoas se arrisquem a ter seu próprio negócio, nos mais variados setores.

Para isso, elas investem em formações como curso segurança do trabalho, curso para confeitaria, produção de textos, entre outros, sempre visando garantir uma nova fonte de renda.

Pensando em quem quer empreender, algumas dicas para driblar a crise e conseguir um negócio de sucesso no mercado são:

1.    Use a crise como um benefício 

Mesmo sendo ruim, a crise pode gerar algumas oportunidades. Quando a renda das pessoas cai, o consumo, automaticamente, também diminui, o que acaba em uma queda dos lucros das empresas.

Isso tira os negócios e os consumidores de sua zona de conforto, tornando-os mais receptivos a produtos e serviços diferentes. Quando um novo negócio entrega esses diferenciais, principalmente os que envolvem ciência, conseguem se destacar.

Dessa forma, é possível dizer que a crise acaba sendo uma aliada, ainda mais para aumentar a criatividade das marcas, o que gera também um impulsionamento em todo o mercado competitivo e consumidor. 

2.    Escolha um mercado simples

O ideal é escolher um tipo de negócio que seja fácil de ser entendido e dominado, por exemplo, o ramo de etiquetas adesivas. Ainda mais por se tratar de um período de crise, as ações devem ser mais rápidas e também mais simples. 

LEIA TAMBÉM:  SEO: 4 dicas para conquistar maior visibilidade para o seu site

Porém, não fique parado em sua zona de conforto, busque ser melhor que a concorrência, mesmo dentro de um segmento simples. Afinal, os líderes de mercado acabam tendo um valor superior, principalmente, quando comparados com os concorrentes. 

3.    Encare os desafios do início

Não é novidade que abrir o próprio negócio seja complexo, demorado e, às vezes, caro. Mesmo assim, não é difícil encontrar algo que seja mais barato ou que, pelo menos, caiba dentro do seu orçamento inicial.

As empresas de serviço são um exemplo disso, pois possuem tributação mais simples, além de reduzidas necessidades de licenças e alvarás de funcionamento. Uma breve pesquisa será capaz de abrir seus horizontes de escolha e de opções. 

Também existem negócios que podem funcionar por meio do MEI (Microempreendedor Individual) que é mais simples e descomplicado. Além disso, possui um custo de abertura reduzido – que, provavelmente, caberá no seu planejamento orçamentário. 

4.    Entenda o mercado

Os brasileiros se tornaram consumidores mais conscientes, dando preferência a itens essenciais para seu dia a dia e para os seus negócios, por exemplo, os serviços de uma assessoria contabil ou itens facilmente encontrados no universo on-line.

A realidade é que nunca sabemos quando uma crise vai acontecer e quanto tempo vai durar. Por isso, entender as preferências do mercado é muito importante. Por exemplo, citamos anteriormente que a web é um caminho fácil para o público, então por que não investir em um e-commerce?

As plataformas virtuais ganham cada vez mais espaço, porém mesmo que opte por seguir nessa linha, a necessidade de conhecer o mercado continua valendo. Conheça seu público-alvo, seus concorrentes e suas oportunidades. 

5.    Invista em soluções

É importante focar em soluções para o cotidiano das pessoas. Isso não significa que você precise usar tudo o que há de mais moderno, pois nem sempre essa ação resolverá as necessidades dos consumidores.

O ideal é pesquisar o que eles têm mais procurado, como clínica de fisioterapia, para entregar algo que realmente faça sentido. Afinal, a concorrência está aí e você precisa ganhar seu lugar na mente dos consumidores. 

LEIA TAMBÉM:  Facebook: Dicas para páginas de negócio e profissionais de marketing

6.    Controle a saúde financeira da empresa

É importante, desde o início, contar com uma organização financeira. Então, um bom planejamento deve incluir todos os custos para manter a empresa saudável. Caso você trabalhe com um sócio, seja transparente sobre os pontos da empresa, para que a relação seja recíproca.

Quando os dois lados trabalham igual, a chance de sucesso é muito maior, ainda mais porque o controle financeiro partirá de ambas as partes. Por isso, mantenha um controle de fluxo organizado, principalmente, para não ficar com o orçamento apertado. 

7.    Otimize o tempo

No começo, é difícil conseguir montar uma equipe completa e de confiança, por isso, o ideal é apostar na terceirização e automatização de frentes de trabalho. Assim, você, e seus colaboradores iniciais, podem despender mais tempo em outras funções necessárias.

A otimização de tempo é crucial para o sucesso de um negócio. Afinal, são muitas atividades, contratos, clientes e processos para serem atendidos e organizados. Ademais, você também poderá trabalhar no processo seletivo da sua empresa.

Com o tempo, é provável que você precise de outros colaboradores, mesmo com as tarefas terceirizadas e automatizadas, até porque a sua empresa vai crescer. Então, durante o processo seletivo, escolha pessoas alinhadas com o pensamento da marca, isso é importante para gerar confiança. 

Tipos de negócio para abrir durante a crise

A abertura de empresa simples em meio à uma crise pode ser bem desafiadora, porém com as dicas dadas anteriormente, além da escolha correta de segmento, fica muito mais fácil acertar e obter sucesso.

Conheça alguns ramos que podem ser escolhidos, e o melhor: com um custo de abertura acessível para o seu planejamento orçamentário. 

Venda de bijuterias

Vender bijuterias é um dos negócios mais lucrativos, além de exigir baixo investimento inicial. Existem empresas que oferecem o kit + compras em atacado, desde que seja feito um investimento de, pelo menos, R$200,00.

A margem de lucro chega a ser de 100%, então, você pode vender tanto em loja física quanto em loja virtual. No entanto, é importante considerar que uma loja física exige gastos como:

  • Aluguel;
  • Água;
  • Luz;
  • Internet.

Redator web

Trabalhar como redator pela internet é um dos investimentos que mais chamam a atenção das pessoas. Isso também acontece com um escritório de contabilidade que ofereça seus serviços remotamente.

LEIA TAMBÉM:  Dicas de Como criar um site para um Escritório de Contabilidade

É um trabalho que oferece uma boa renda, precisando apenas que o profissional tenha um computador, acesso à internet e, é claro, um bom domínio da língua portuguesa.

Além disso, o seu retorno dependerá apenas de você. Afinal, quem oferta o preço do trabalho é o próprio redator, a não ser que a vaga já conte com um salário fixo ou uma média certa de valor por tamanho de texto.

Loja de roupas

Algumas pessoas acreditam que certos modelos de negócio, como empresa de segurança do trabalho e lojas de roupas têm custos elevados de abertura, mas isso depende do tamanho da empresa.

Uma pessoa pode montar uma revenda de roupas em casa, bastando um investimento de, pelo menos, R$ 1.500,00 de peças de atacado, tendo um lucro bem atrativo. Com as redes sociais, também é possível criar anúncios e conquistar clientes, ajudando no orçamento do mês.

Loja de artesanato

Uma loja de artesanatos pode trazer lucros de até 200% aos empreendedores. No entanto, é preciso realmente ter uma prática no ramo em questão, seja um talento próprio ou fazendo um curso de especialização. 

Existem cursos gratuitos em diversas instituições, inclusive muito respeitadas. De qualquer forma, incluindo abertura de CNPJ e gastos com materiais, o investimento inicial está a partir de R$ 500,00.

Serviços de jardinagem

As pessoas que investirem no segmento de jardinagem podem obter um bom retorno financeiro, ainda mais com custos baixos de abertura. Claro que, para ter sucesso é necessário o conhecimento e a prática na área.

Se pretendo começar no ramo, aposte em ferramentas de qualidade, assim você não precisará realizar uma recompra em pouco tempo. O custo inicial para oferecer serviços de jardinagem está por volta de R$ 1.200,00.

Conclusão

Ter o próprio negócio é sem dúvida uma conquista para quem sonha com a independência profissional e financeira. Todas as dicas que demos aqui são exemplos de negócios que são muito procurados pelos consumidores.

Seja uma empresa virtual ou uma física, seguindo essas dicas você terá uma fonte de renda mais segura e garantida, o que vai melhorar a sua vida, além, é claro, de auxiliar positivamente os seus clientes. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

CURTIU? COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

RECEBA DICAS EXCLUSIVAS DO WORDPRESS

Aumentamos nosso tráfego em 6,197% com o WordPress

Junte-se a centenas de empreendedores que recebem nossa newsletter com dicas privilegiadas do WordPress!