Como usar o comércio eletrônico nos tipos de negócio?

Leandro Santos
Leandro Santos

Somente no primeiro semestre de 2019, o marketplace teve um crescimento de 13%, comparado aos 12% da média do e-commerce. O faturamento, por sua vez, foi de R$ 17, 6 bilhões, enquanto o e-commerce faturou R$ 26, 4 bilhões.

Conteúdo

Tipos de Negócios - Comércio Eletrônico
Entenda os tipos de negócios.

O comércio eletrônico nunca esteve tão em alta como nos dias atuais. 

A pandemia causada pelo novo coronavírus potencializou a migração do comércio físico para o virtual. 

Sendo assim, o que já estava em ascensão, cresceu de forma acelerada, levando muitos empresários a migrarem.

Além disso, a popularização da internet, dos smartphones e de outras plataformas digitais abriu caminho para todos os públicos. 

No entanto, é preciso adequar seu comércio virtual ao perfil do seu público para que suas vendas sejam cada vez maiores. 

Se você quer aprender como adequar seu negócio online para atender bem o seu público-alvo, chegou ao lugar certo. 

Veja abaixo como fazer isso. 

Tipos de negócio e a aplicação do comércio eletrônico

O que é Marketplace?
O que é Marketplace?

Você sabe o que é um marketplace?

É um site de comércio online voltado a abrigar várias lojas, dos mais variados segmentos. 

É como se o seu negócio estivesse dentro de um grande shopping que oferece os mais variados tipos de produtos e serviços. 

Além disso, é possível encontrar neles maior variedade de lojas vendendo o mesmo produto em diferentes condições. 

Seja com preços mais baixos, variadas formas de pagamento, taxas de entrega mais atrativas, garantia de trocas, entre outras.

De forma geral é possível classificar os marketplace como um comércio online colaborativo e bastante variado. 

Pessoas físicas e jurídicas podem vender e comprar com total liberdade, 

As transações comerciais realizadas pela internet são divididas em vários tipos bem específicos, com suas particularidades. 

Marketplace que você praticamente já fez alguma compra:

Conheça quais são esses tipos e como eles funcionam: 

B2B (Business-to-Business)

Esse é o tipo de comércio mais comum, cujas transações comerciais eletrônicas são realizadas empresas e consumidores. 

É bem parecida com o comércio varejista, sua característica principal é a facilidade na realização da transação.

É possível comprar produtos e serviços de forma simples e fácil.

B2C (Business-to-Consumer)

Esse é um tipo de comércio cuja principal atividade comercial é feita entre empresas, ou seja, pessoas jurídicas. 

LEIA TAMBÉM:  Como aumentar as vendas de Natal com sua Loja Virtual

Um dos pontos fortes nessa situação é que as transações em sua maioria são as grandes quantidades, conhecida por atacadistas.

As formas mais conhecidas são as grandes distribuidoras de produtos que vendem para os pequenos empresários.

C2C (Consumer-to-Consumer)

O comércio nessa modalidade tem crescido bastante, pois nele há a possibilidade de consumidores fazerem negócios entre si.

As negociações são feitas por intermédio de alguma plataforma, que garante a segurança das partes envolvidas. 

A maior plataforma de marketplace do Brasil é o Mercado Livre. Nela você encontra os mais variados tipos de produtos. 

C2B (Consumer-to-Business)

Embora ainda pouco comum esse tipo de comércio consiste em transações comerciais de pessoas físicas para empresas. 

Por ser bem simples, a tendência é que as pessoas optem por trabalhar dessa forma, uma vez que não há grandes exigências. 

B2A (Business-to-Administration)

Esse é o comércio realizado entre pessoas jurídicas e o Governo em qualquer uma de suas esferas. 

É bastante burocrático, pois além de precisar estar com a documentação em dia, é preciso participar e vencer os processos licitatórios. 

Os interessados podem concorrer com seus produtos e serviços, vencendo sempre aquele que oferece o menor preço. 

É preciso atender todos os critérios do edital.

C2A (Consumer-to-Administration)

Esse é um tipo de comércio realizado entre pessoas físicas e a administração pública, no entanto, em áreas específicas. 

São elas: 

  • Educação; 
  • Pagamentos de impostos; 
  • Saúde; 
  • Segurança social. 

É uma forma de melhorar a qualidade dos serviços públicos prestados à população. 

Marketplaces e o comércio eletrônico 

O marketplace é um tipo de comércio eletrônico bastante variado, sendo assim qualquer que for o seu segmento, haverá espaço.

Ele abrange a maioria dos tipos de comércios, seja entre pessoas, entre empresas e entre pessoas e empresas.

Atualmente ele é bastante comum e tem sido facilitado pela internet e até mesmo nas redes sociais. 

Benefícios do Marketplace 

  • Não é preciso criar um site de e-commerce; 
  • A divulgação dos produtos é muito mais fácil; 
  • Você pode começar mesmo sem ter muito dinheiro para investir;
LEIA TAMBÉM:  Como aumentar as vendas de Natal com sua Loja Virtual

Aumento das vendas

O comércio realizado dentro de uma plataforma de marketplace vende muito mais, pois o público é bastante diversificado. 

Além disso, elas são muito frequentadas.  São cerca de 40 milhões de visitantes interessados em comprar algo.

Visibilidade

Obter maior visibilidade mesmo para quem está no início de um negócio é uma vantagem que chama bastante atenção.

Por serem espaços virtuais bastante frequentados, o fato de a sua empresa estar lá já garante que ela será vista. 

Além de gerar confiabilidade junto ao seu público, você não terá que investir em serviços de publicidade particular.

Por fazer parte de um grande shopping online seu negócio poderá ser visto por muito mais pessoas.

ROI (Return Of Investment) 

O retorno do seu negócio é maior nesse tipo de comércio eletrônico, pois você não terá que investir dinheiro em: 

  • Marketing;
  • Site particular; 
  • Automação; 
  • Sistemas de segurança para proteção dos dados dos clientes, entre outros. 

Sendo assim, mesmo pagando comissão por vendas, o retorno sobre o investimento é ainda maior. 

Amplitude

As plataformas de marketplace garantem que seu negócio seja visto de forma ampla dentro de um contexto de vendas consolidado. 

Ademais, seu negócio nunca ficará escondido, pois o público desse tipo de comércio eletrônico é muito grande. 

É como se o seu negócio funcionasse dentro de um grande centro comercial. Sempre haverá pessoas interessadas em seus produtos.

Conclusão

O comércio eletrônico vai crescer cada vez mais, devido às oportunidades e facilidades que ele oferece para os envolvidos. 

As plataformas de marketplace oferecem grandes vantagens para quem quer começar um negócio online. 

O investimento é muito menor, mas com grandes possibilidades de vender, pois ele estará presente em um grande centro comercial online.

Se você está pensando em começar um negócio virtual e não tem muito dinheiro para investir, essa é uma oportunidade. 

Com custos baixos tanto para começar, como para manter o seu negócio. 

No entanto, com grandes oportunidades de vendas. Não perca mais tempo, comece já.

LEIA TAMBÉM:  Como aumentar as vendas de Natal com sua Loja Virtual

CURTIU? COMPARTILHE:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

RECEBA DICAS EXCLUSIVAS DO WORDPRESS

Aumentamos nosso tráfego em 6,197% com o WordPress

Junte-se a centenas de empreendedores que recebem nossa newsletter com dicas privilegiadas do WordPress!